Castelo de Palmela

Castelo de Palmela

Estima-se que as primeiras fortificações do Castelo de Palmela tenham sido edificadas entre o século VIII e o século IX por parte dos mouros. Permaneceu sob domínio árabe até 1147, ano em que as forças de D. Afonso Henriques tomaram controlo do castelo e da região envolvente.

Conquistas e reconquistas

Durante os anos que se seguiram o castelo foi sendo constantemente reconquistado pelas forças mouras e pelas forças cristãs, sendo que no ano 1191, os mouros danificam gravemente a estrutura do castelo aquando da sua tentativa de reconquista. O castelo só passou definitivamente para o domínio dos cristãos no ano 1194, que trataram mais tarde da reconstrução da estrutura danificada do castelo. Foi feita a doação do castelo e terras circundantes aos monges da Ordem de Santiago, edificando-se mais tarde um convento-sede com aquartelamento militar, estando assim preparado para enfrentar as forças muçulmanas vindas do sul.

O foral e a Ordem de Santiago

Em 1323 D. Dinis confirma o foral a Palmela, elevando-a à condição de vila. Nesta altura deu-se a primeira fase de construção da torre da Menagem, que tinha como função a defesa da porta principal. Em 1423, durante o reinado de D. João I, dá-se início às obras de ampliação e reforço do castelo, procedendo-se à 2ª fase da construção da torre da Menagem, e mais tarde, a construção do Convento de Santiago. Este convento serviu de sede definitiva da Ordem de Santiago a partir de 1482. Mais tarde, em 1512, D. Manuel I concede um novo foral à vila de Palmela.

Castelo de Palmela
Edgar Jiménez, Wikimedia Commons

Auge, declínio e reconstrução

Em 1689 dá-se o pedido de modernização das defesas do castelo por parte de D. Pedro I, concluindo-se assim a construção da cintura de muralhas circundantes do castelo. Mais tarde, em 1755 o grande terramoto provoca danos muito graves na estrutura do castelo, danos esses que perduraram ao longo dos anos.

Em 1910, o Castelo de Palmela é classificado como Monumento Nacional, e na década de 40 são efetuadas diversas intervenções de reparação das estruturas do castelo, conferindo-lhe o aspeto atual.

Informação Geral

Morada: Avenida dos Cavaleiros de Santiago e Espada, 2950-317 Palmela

Horário: Segunda-feira a Sábado: 10h00 às 19h00 | Encerrado: Domingos e feriados

Email: turismo@cm-palmela.pt

Telefone: (+351) 212 332 122

Website: Câmara Municipal de Palmela

Transporte: Sem transportes públicos

Mapa

Cronologia

→ Século VIII a século IX: Edificação das fortificações
→ 1147: Conquista do Castelo de Palmela por D. Afonso Henriques
→ 1165: Reconquista de Palmela por parte dos cristãos
→ 1191: Danificação da estrutura do castelo por parte dos mouros
→ 1205: Reconstrução da estrutura danificada do castelo
→ 1323: D. Dinis confirma o foral à vila de Palmela
→ 1423: Obras de ampliação e reforço do castelo
→ 1482: Transferência da Ordem de Santiago para Palmela
→ 1512: Concessão de novo foral à vila de Palmela
→ 1689: D. Pedro I ordena a modernização das defesas do castelo
→ 1755: Terramoto danifica gravemente a estrutura do castelo
→ 1910: Classificação como Monumento Nacional

Deixar uma resposta

Fechar