Castelo de Sesimbra

Castelo de Sesimbra

As primeiras fortificações do castelo de Sesimbra foram erguidas por volta do século IX, durante o período de domínio muçulmano. Em 1165, foi alvo de conquista por D. Afonso Henriques, após a conquista de Lisboa. Após algum tempo de domínio cristão, as forças muçulmanas conseguiram recuperar as terras a sul do Sado, provocando um sentimento de medo na população do castelo e obrigando-os a abandonar a área e procurar abrigo num local mais seguro.

Em 1200, D. Sancho I reconquista o castelo e área circundante, conferindo em 1201 o foral a Sesimbra, e determinando a reconstrução integral do castelo. Em 1236, D. Sancho II doa o castelo e área circundante à Ordem de Santiago com vista ao seu repovoamento.

Já em 1323, D. Dinis eleva Sesimbra a vila e ordena o reforço das muralhas do castelo. Existiu um crescente abandono da área do castelo ao longo dos anos, visto que a povoação se foi deslocando para a Póvoa da Ribeira de Sesimbra, localizada junto ao porto.

Durante o período do cerco de Lisboa (1384), a vila de Sesimbra foi vítima de múltiplos saques por parte das embarcações castelhanas, e registou-se diversos danos na estrutura do castelo. Após este período, o castelo foi sendo progressivamente abandonado, tendo sido residência esporádica de D. Manuel I e seu filho D. João III.

O estado de degradação do castelo foi ainda agravado pelo terramoto de 1755, conferindo-lhe danos irreparáveis na estrutura. Apesar do seu estado de degradação foi classificado como Monumento Nacional em 1910. Durante as décadas de 30 e 40 o castelo foi objeto de obras de reconstrução, sendo-lhe conferido o bom estado de conservação em que se encontra nos dias de hoje.

Castelo de Sesimbra
Georges Jansoone, Wikimedia Commons

Informação Geral

Morada: Rua Nossa Senhora do Castelo, 11, 2970 Sesimbra

Horário: Verão: 7h00 às 20h00 | Inverno: 7h00 às 19h00

Email: museu@cm-sesimbra.pt

Telefone: (+351) 212 680 746

Website: http://www.museusesimbra.pt

Transporte: Sem transportes públicos

Mapa

Cronologia

→ Século IX: Construção do castelo durante o domínio muçulmano
→ 1165: Conquista do castelo por D. Afonso Henriques
→ 1200: Reconquista da região de Sesimbra por D. Sancho I
→ 1201: Foral de Sesimbra
→ 1236: D. Sancho II doa o castelo e área circundante à Ordem de Santiago
→ 1323: D. Dinis eleva Sesimbra a vila e reforço das muralhas
→ Século XVI: Perda de importância do castelo
→ 1755: Terramoto provoca danos graves na estrutura do castelo
→ 1910: Classificação como Monumento Nacional
→ 1930-40: Obras de reconstrução do castelo

Deixar uma resposta

Fechar