Padrão dos Descobrimentos

Padrão dos Descobrimentos

O Padrão dos Descobrimentos é um monumento alusivo aos descobrimentos portugueses do século XV e XVI. Na sua estrutura em formato de caravela pode identificar-se 33 figuras importantes relacionadas com os descobrimentos, sendo que a figura principal é o Infante D. Henrique. Nele estão presentes figuras incontornáveis como Vasco da Gama, Pedro Álvares Cabral, Luís Vaz de Camões e Fernão de Magalhães. O tamanho das estátuas, 7 metros cada e 9 metros de altura para o Infante D. Henrique, explica a grandiosidade e o trabalho de pormenor que foi realizado na construção do monumento.

Detalhe do Padrão dos Descobrimentos, em Belém
Luca Galuzzi, Wikimedia Commons

A construção do monumento iniciou-se em 1939, tendo sido inaugurada no ano seguinte como parte integrante da Exposição do Mundo Português. Esta exposição foi realizada na zona de Belém em 1940, e focou-se na história de Portugal e do império através de diversos espaços dedicados ao país, às colónias e etnografia. A construção do monumento foi feita por materiais perecíveis e feita para ter um período de vida relativamente curto. A impossibilidade de manter a estrutura erguida por tempo indeterminado motivou a sua demolição em 1943.

Padrão dos Descobrimentos em Belém
Nol Aders, Wikimedia Commons

A reconstrução do monumento foi uma ideia proposta após a realização da Exposição do Mundo Português, sendo bem acolhida por Duarte Pacheco, então ministro das Obras Públicas e Comunicações, e com oposição de Contelli Telmo, arquiteto responsável pela construção do monumento. A ideia foi mais tarde abandonada com a morte de Duarte Pacheco.

Detalhe do Padrão dos Descobrimentos, em Belém
Georges Jansoone, Wikimedia Commons

No entanto, em 1958 é decidida a reconstrução do monumento em materiais mais resistentes, de modo a garantir uma estrutura que perdurasse no tempo. A construção do novo monumento em Novembro de 1958 dá-se então com recurso a betão e pedra, e é finalizada em Janeiro de 1960. A sua inauguração foi realizada a 9 de Agosto do mesmo ano, e integrada nas celebrações dos 500 anos da morte do Infante D. Henrique.

Rosa dos Ventos vista do topo do monumento do Padrão dos Descobrimentos
Nol Aders, Wikimedia Commons

Informação Geral

Morada: Av. Brasília, 1400-038 Lisboa

Horário: Março a Setembro: Todos os dias das 10h00 às 19h00 (última entrada às 18h30) | Outubro a Fevereiro: Terça a Domingo das 10h00 às 18h00 (última entrada às 17h30) | Encerrado: 1 de Janeiro; 1 de Maio; 25 de Dezembro

Email: info@padraodosdescobrimentos.pt

Telefone: (+351) 213 031 950

Website: Padrão dos Descobrimentos

Transporte: 714, 727, 728, 729, 751 (Carris) | Eléctrico 15E (Carris) | Comboios Linha de Cascais – Estação de Belém (CP) | Barco Estação Fluvial de Belém

Mapa

Cronologia

→ 1939: Início da construção
→ 1940: Exposição do Mundo Português
→ 1943: Demolição da estrutura
→ 1958: Reconstrução do monumento
→ 1960: V Centenário da morte do Infante D. Henrique

Partilhar

Deixar uma resposta

Fechar